Venda da Eletrobrás renderia 15 dias do rombo de Temer

 

 

O governo pode receber menos de R$ 10 bilhões de retorno pela venda de 14 usinas da Eletrobras que funcionam sob regime de cotas. A avaliação é do ministro em exercício de Minas e Energia, Paulo Pedrosa. Para que o valor previsto possa entrar no Orçamento da União de 2018, terá que ser encaminhado pelo Ministério de Minas e Energia ao Ministério do Planejamento ainda esta semana.
“Essa é uma projeção que está sendo feita, para efeito de composição do Orçamento da União”, disse hoje (29), após participar da abertura do 8º Brazil Windpower, que reúne, no centro do Rio, até quinta-feira (31), investidores e representantes do setor de energia eólica. Segundo o ministro,  o valor abaixo de R$ 10 bilhões que está analisado pela área é uma previsão de segurança.
Segundo Pedrosa, a Eletrobras poderá também fazer a emissão adicional de ações no mercado preservando o golden share [terminologia utilizada no mercado acionário quando da criação de ações de classe especial que são retidas pelo poder público quando se desfaz do controle acionário de sociedades onde detinha participação, a chamada privatização].
Com venda de ações, Pedrosa disse que as previsões de mercado indicam que o governo pode receber cerca de R$ 12 bilhões, mas o valor pode atingir R$ 40 bilhões dependendo do resultado da operação. “A União mesmo vendendo metade [da empresa], continuaria com mais dinheiro na Eletrobras do que ela tem hoje, desde que a Eletrobras atingisse um potencial de valorização que uma gestão eficiente daria a ela”, contou.
Alguns programas permanecem
O ministro reforçou ainda que a União deixará de ser controladora da Eletrobras, mas alguns programas da empresa poderão permanecer com a administração do governo. Pedrosa disse que o Ministério de Minas e Energia está detalhando junto ao Planejamento, a Fazenda, a Casa Civil e a Eletrobras, as funções de governo que podem continuar nas mãos da administração pública após a venda da empresa de energia.
“Não há problema que a nova Eletrobras, que vai ser uma corporação, continue prestando [o serviço], como, por exemplo, o Proinfra [Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica]. Ela pode ficar como comercializadora do Proinfra em nome da União”, disse, acrescentando que, no caso do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), por ser uma atividade mais próxima da estrutura de governo, não dever ser enquadrado como uma atividade comercial.
Investidores
Pedrosa disse que o governo vem promovendo ações para melhorar o setor de energia do país e atrair mais investidores. “Transparência, fortalecimento das instituições e mesmo a privatização são parte desse movimento de melhoria do ambiente de investimento”, disse,
O ministro disse que este movimento é conceitualmente articulado. “Não é um movimento que tem finalidade fiscal. Ele é um movimento que busca melhorar o setor elétrico e a governança do setor elétrico. Ele está sendo pensado de forma integrada, inclusive, para ir devolvendo o risco de comercialização da energia a quem entende de risco, que é o agente de mercado. Um modelo que você faz o consumidor pagar, por fora, pelo risco e sinaliza que está oferecendo energia barata, se mostrou ineficiente. Na visão do ministério, é uma evolução do setor”, disse Pedrosa, que está no exercício do cargo, durante a viagem do ministro Fernando Coelho Filho à China, acompanhando o presidente Michel Temer.
Fonte: Agência Brasil

Secretária reconhece possível mudança do nome do Programa Nova Semente

 

Durante balanço, realizado nesta terça-feira (29) na Câmara de Vereadores de Petrolina, a Secretária de Educação Maeve Melo, reconheceu que as condições das unidades educacionais não são boas, como também, as creches do Nova Semente.
A secretária disse que os recursos são insuficientes para a manutenção de creches e afirma que é mais caro manter uma creche do que uma escola tradicional. Considerando que o Nova Semente, bandeira principal da gestão anterior, poderá mudar de nome.
“Temos muitas demandas para manter as escolas com custo mais baixo, estamos preocupados com as metas do Plano Nacional de Educação e não temos recursos, não é barato manter uma creche, é mais caro uma creche do que uma escola, estamos pensando em um programa sustentável para manter as crianças” frisou.
Fonte: Blog do Banana

Grande caminhada que reivindica revitalização do Velho Chico e interligação do rio Tocantins ao São Francisco acontece neste sábado (02/09)

A Grande Loja Maçônica do Estado de Pernambuco, as Lojas Maçônicas de Petrolina e Juazeiro, Rotary Clube Petrolina Norte e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Petrolina promovem, no próximo sábado (02/09), em Petrolina (PE), uma Grande Caminhada pela revitalização do Velho Chico. A ideia do movimento é pressionar o Governo Federal a iniciar, com urgência, os estudos ambientais para promover a interligação entre as bacias dos rios Tocantins e São Francisco.
A concentração terá início às 8h na Praça do Galo, centro da cidade, com todos os participantes vestidos de branco. A partir deste ponto, o grupo percorrerá as principais ruas do entorno até a Orla, onde darão um abraço simbólico no Velho Chico. Segundo o Grão Mestre de Pernambuco, Janduhy Fernandes, a iniciativa – assim como a própria Maçonaria – está acima de posicionamentos político-partidários.
“Hoje vemos as condições do Rio, que está enfrentando uma iminente catástrofe. Historiadores já apontaram que o São Francisco nunca chegou a uma vazão tão baixa. E temos essa solução próxima: o caudaloso Rio Tocantins, que tem cheia de 8 meses ao ano e está próximo à bacia Amazônica. Seria um tipo de “transfusão” para que escapasse um rio que se encontra moribundo. Então tivemos a ideia de congregar instituições e pessoas que buscam o bem-estar da comunidade e criar um movimento ordeiro, para lembrar às autoridades da responsabilidade que temos com o Vale do São Francisco”, destacou Fernandes.
O diretor-presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar, destaca a necessidade de união de todos da região. “Os lojistas também estão mobilizados em prol da revitalização do Rio São Francisco.  O Velho Chico está secando e precisamos urgentemente nos unir para resolver o problema, salvando o rio. As ações precisam começar imediatamente. Petrolina está unida neste movimento, e desejo que isso aconteça em todas as cidades ribeirinhas banhadas pelo São Francisco”, complementou.
Já o Coronel Carlos Pereira, presidente do Rotary Clube Petrolina Norte, lembra que inviabilizar a distribuição de água trará consequências desastrosas para nossa região. “Sem a agricultura irrigada, o desemprego em massa terá impacto não só na nossa economia, mas também no social. Educação, saúde, segurança pública, todos estão sob risco. Nosso objetivo é chamar atenção do executivo nacional, do Congresso, pela liberação dos recursos para revitalizar o Rio São Francisco  – passando pela interligação das bacias”, destacou.
O projeto
A interligação a bacia do Rio Tocantins ao Rio São Francisco é uma idealização do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE). Criado há mais de 20 anos e já aprovado pelo Ministério da Integração Nacional, o Projeto de Lei n° 4.797/90, transformado no PL nº 6.569/13, visa a compensar o suprimento hídrico do manancial, melhorar o volume de água no Lago do Sobradinho, aumentar a disponibilidade aquática no semiárido e gerar energia a partir da queda d’água na divisa de Tocantins com a Bahia.
A ideia inicial do projeto foi apresentada ao Congresso, pela primeira vez, em 1987 – mas foi engavetado. Em 1995, a proposta chegou a receber pareceres favoráveis das Comissões de Viação e Transporte e de Constituição e Justiça e em 2000, foi entregue ao relator do Grupo de Trabalho de Transposição do São Francisco, Marcondes Gadelha (PFL/PB) – quando novamente parou de tramitar. No mês de setembro de 2016, o parlamentar voltou a apresentar o mesmo texto e em Dezembro do mesmo ano, a Comissão de Orçamento aprovou emenda do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE) para a inclusão do Plano Plurianual (PPA) no valor de R$ 600 milhões de reais para viabilização da obra.
“O trecho mais oneroso dessa transposição está no Estado de Tocantins, pois haverá necessidade da construção desses canais e elevatórias, para conduzir a água até transpor a Serra Geral de Goiás, na divisa do Estado de Tocantins, com a Bahia”, esclareceu o deputado. As obras, segundo Gonzaga Patriota, durariam no máximo um ano e meio e podem custar entre R$ 3 e 5 bilhões.
Do ponto de captação até o encontro com as águas da barragem de Sobradinho, o percurso total será de 743 quilômetros, assim distribuídos: 220 km do Rio Tocantins até o distrito de Garganta – BA; daí segue por gravidade no leito do Rio Preto, até a confluência com o Rio Grande, por 315 km; desse ponto, segue por 86 km, até desembocar no Rio São Francisco, na cidade de Barra – BA, desse ponto até a Barragem de Sobradinho, percorre-se 122 km.
Apenas no primeiro trecho, correspondendo a 29,6% do percurso total, haverá necessidade de obras de engenharia, ou seja: 220 quilômetros para a adução e elevação da água, a 600 metros de altura, de modo a transpor a Serra Geral de Goiás, na divisa Tocantins/Bahia. Daí em diante, a água escoa por gravidade ao longo de 523 km, 70,4% da trajetória, atravessando a Chapada Ocidental da Bahia, geologicamente formada pelos arenitos do Grupo Urucuia, até seu destino final, na Barragem de Sobradinho.
A precipitação média anual na bacia do Rio Tocantins é de 1.600 mm, estendendo-se os meses chuvosos de novembro a maio e os meses secos de junho a setembro, enquanto isso, a região semiárida do Rio São Francisco tem índices pluviométricos inferiores a 600 mm anuais. A vazão média do Rio Tocantins é de 13.600 m3/s e a do Rio São Francisco 2.846 m3/s, esse, hoje, com 500 m³/s.

Dormentes em Pernambuco tem um grande Profissional de Odontologia que faz sucesso

Um profissional conceituado em qualquer área, é preciso que todos conheçam o seu trabalho e sua história,de onde veio, como começou, e qual o seu interesse verdadeiro pela profissão que exerce. Na área da saúde muito mais ainda, se faz necessário ter conhecimento do profissional que vai lhe atender.
Baseado nessas afirmativas, temos que indicar para quem quer realmente um profissional competente na área odontológica. A odonto Macedo, que fica localizada na Rua Zeferino Nunes de Barros, centro de Dormentes, vem se destacando , pelo seu atendimento, seriedade e acima de tudo profissionalismo de verdade.
Esse destaque é do competentíssimo Dr. Cícero Luís de Macêdo, que depois de se formar em odontologia em Salvador capital Baiana, decidiu exercer a profissão em sua terra natal. Isso mostra que ele não esqueceu suas raízes e segue sua vida atendendo com presteza e dedicação aos seus clientes, que na grande maioria das vezes conhece sua vida, sua luta e sua história para chegar ao patamar que hoje se encontra.

Cicero é desses profissionais que temos o prazer de chamar de doutor Cícero Macêdo e deixa-lo cuidar de nosso sorriso, afinal de contas como sempre, ele lutou, foi guerreiro e venceu.

Nosso blog faz essa homenagem ao Dr. Cícero, pela pessoa que ele é e representa para os amigos que acompanharam sua batalha, quero agradecer de público pela presença e de sua esposa na inauguração da sede do blog do Carlos Bahia. Meu muito obrigado e conte sempre conosco. Você é um profissional de sucesso.

Alunos da Escola Clementino Coelho em Afrânio fazem mostra do Folclore Pernambucano

Está acontecendo hoje(29), na Escola Clementino Coelho na cidade de Afrânio sertão de Pernambuco, uma mostra com o tema: “Pernambuco Berço do Folclore Nordestino”, que foca: cultura, comidas típicas, dança e tradição da medicina popular do nordeste.

De acordo com a coordenadora da instituição, Ednalda Santos, desde o último dia 01 de agosto, os alunos e sempre acompanhados dos professores, desenvolveram esse trabalho para que todos possam conhecer um pouco mais do estado de Pernambuco principalmente em relação sua cultura. 
A culminância do Folclore, acontece durante o dia e a noite de hoje com os seguintes horários: das 08:00 às 11:20; das 13:20 às 17:20 e das 18:30 às 21:30.

 

A felicidade dos alunos e professores da Escola Clementino Coelho é visível, pois é o tipo de atividade que facilita a aprendizagem e faz com que todos tenham uma participação mais efetiva. 

 

A diretora Valdirene Soares e diretora adjunta Eufrásia Gomes, estão recebendo a todos com muito carinho, e explicando juntamente com o alunado, sobre a importância desse evento para dar muito mais conhecimento, tanto para os alunos, quanto para quem for prestigiar.

 

Frente pela revitalização do São Francisco realiza visita técnica em Petrolina

Criada para realizar um levantamento dos problemas existentes e discutir políticas públicas de proteção aos mananciais do estado, a Frente Parlamentar em Defesa da Revitalização do Rio São Francisco e Demais Rios de Pernambuco realizou ontem (28), em Petrolina, uma visita técnica para conferir os resultados das ações desenvolvidas pelo poder público voltadas à preservação de um dos mais importantes rios brasileiros. O deputado estadual Lucas Ramos (PSB), membro do colegiado desde 2015, integrou a comitiva e defendeu uma atuação conjunta entre sociedade e gestores para que os recursos do Velho Chico sejam utilizados de forma responsável.
A comitiva navegou por um trecho do rio entre os municípios de Petrolina e Juazeiro (BA) para finalizar um relatório que será apresentado ao Governo de Pernambuco e à sociedade. “Levaremos sugestões de políticas públicas que podem ser implementadas visando o bom uso dos recursos do Velho Chico, fundamental para que possamos continuar a receber dele a energia que move nosso país e o sustento de muitas famílias sem prejudicar o futuro das próximas gerações”, declarou Lucas Ramos.
Durante a visita, o parlamentar reafirmou a disposição em seguir atuando pelo desenvolvimento sustentável da região. “Com responsabilidade, compromisso e transparência, estaremos sempre orientando o nosso trabalho em defesa do São Francisco e de tantos outros rios que são importantes para o crescimento de Pernambuco”, assegurou. Integram a Frente Parlamentar os deputados Tony Gel (PMDB), Rodrigo Novaes (PSD), Odacy Amorim (PT), Socorro Pimental (PSL) e Júlio Cavalcanti (PTB).

Prefeitura de Afrânio realiza plenárias para elaboração do PPA

A comunidade de Afrânio deve ficar atenta para a realização das plenárias do  Plano Plurianual (PPA), que estabelece as diretrizes para nortear as ações do governo no período de 2018 a 2021, para  distritos da zona rural e para a cidade de Afrânio.
As plenárias acontecem  a partir do dia 29, terça feira em Arizona, dia 30 na quarta, em Extrema e dia 31, em Poção.  A primeira  que acontece nesta terça-feira 29, no distrito de Arizona, na escola municipal Rui Barbosa.   Toda a comunidade das localidades  Coração de Maria, Vila Maria, Canafístula e Volta Grande deve participar.
O evento é aberto a toda a comunidade e começa a partir das 18 horas.   Hora de discutir, tirar dúvidas, propor,  ouvir da dar opinião e abordar as soluções para todos os problemas enfrentados pela população. Todos devem participar, pois é o momento para definir as políticas públicas para a elaboração do PPA de 2018 a 2021.

Senado deve votar texto alternativo para financiar campanhas eleitorais

 

 

Com o impasse na Câmara dos Deputados sobre os recursos para criação de um fundo destinado a financiar campanhas eleitorais no valor de R$ 3,6 bilhões, o Senado deve votar essa semana uma proposta alternativa do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) com o mesmo objetivo.
Segundo Caiado, o texto, que está para ser apreciado em regime de urgência, é diferente da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/2003, que prevê a criação do fundo e aguarda votação no plenário da Câmara. “O meu projeto não traz impacto extra ao orçamento. A ideia é o seguinte: acaba com o horário eleitoral na TV e rádio e usa esse recurso que ia para propaganda política para as campanhas eleitorais. Também vamos ampliar a participação popular. O cidadão vai poder escolher para quem irá o recurso nas campanhas eleitorais. E as campanhas serão mais enxutas, conforme a capacidade do candidato de se comunicar, de usar as redes sociais. Repito: não vamos tocar no dinheiro do orçamento”, explicou.
O fundo proposto por Caiado é menor do que o que o sugerido inicialmente pelos deputados, mesmo assim, pode chegar a R$ 2 bilhões . O dinheiro viria da compensação fiscal que a União concede para as emissoras comerciais veicularem a propaganda política. Na proposta, o senador destaca que, de acordo com a Receita Federal, a compensação fiscal em 2014, ano de eleições gerais, atingiu o valor de R$ 1 bilhão. Em 2015, ano sem eleições, foi de R$ 308,9 milhões. Em 2016, com eleições municipais, R$ 562,2 milhões.
Os recursos também viriam do dinheiro de multas e penalidades aplicadas aos partidos com base no Código Eleitoral. O valor será corrigido a cada eleição pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).
Contribuições do eleitor
Pela proposta, o dinheiro será depositado no início de junho pelo Tesouro Nacional em uma conta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que reservaria 20% do valor para o segundo turno. O restante do dinheiro seria dividido pelo número de eleitores alistados para votar. Cada eleitor poderia direcionar o valor da sua cota ao partido ou candidato que preferir, por meio de uma plataforma que seria desenvolvida pelo TSE.
Se o eleitor não declarar para qual candidato ou partido deve ir sua cota, 1% do valor será dividido igualitariamente entre todos os partidos registrados no TSE. Outros 14% serão distribuídos igualitariamente entre os partidos com representação na Câmara. E os 85% restantes, divididos entre os partidos, de acordo com a proporção de deputados na Câmara.
O texto prevê que, em setembro, o TSE deverá distribuir o dinheiro aos diretórios nacional, estaduais, distritais e municipais dos partidos. No caso das eleições presidenciais, por exemplo, os diretórios nacionais que lançarem candidato próprio poderão usar até 30% do dinheiro para o custeio das campanhas. Se não tiverem candidato próprio, poderão usar até 20%. O restante do dinheiro vai para os diretórios regionais.
Propaganda eleitoral
A proposta de Ronaldo Caiado tramita em conjunto com o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 202/2015, que altera a propaganda eleitoral. A ideia é que os programas passem a ser veiculados apenas por emissoras públicas, durante 35 dias. Se o partido tiver interesse, poderá pagar para veicular propaganda eleitoral e partidária em emissoras comerciais de rádio e televisão.
Para que as mudanças tenham efeito já nas eleições do ano que vem, as propostas relativas à reforma política precisam ser aprovadas pelo Senado e pela Câmara até setembro deste ano.
Fonte: Agência Brasil

Alunos da Escola Municipal Aureliano Francisco Neto do Distrito de Extrema se encantam com as riquezas culturais de caboclo.

 

 

 

 

Na última sexta feira(25), véspera da abertura da 13ª  do Tamarindo em caboclo, os alunos da Escola Municipal Aureliano Francisco, localizada no distrito de Extrema, das turmas do 4º Ano da Professora Helda e 5º Ano da Professora Simone, com o objetivo de realizar uma visita pedagógica e apresentar aos alunos a diversidade cultural da região, e nada melhor que apresenta-los o encantamento que é caboclo.

 

 

Sua história, sua cultura, encantou todos os alunos e professores, uma aula que ficará nas memorias de todos os alunos que ali compareceram. Esse foi  o segundo passei promovido pela escola em 2017.
De acordo com a Gestora, Josicleide Carvalho, esse ano letivo já foi propocionado viagens com turmas diferentes, pois para ela e a coordenadora pedagógica, Maria de Fátima, na prática, o aluno apropria-se com mais facilidade do conhecimento, e é de fundamental importância que a história e a cultura local, sejam conhecidas e valorizadas. São práticas assim, que a escola quer se responsabilizar em realizar.

A Prefeitura de Afrânio, através da Secretaria de Educação parabeniza os alunos da rede Municipal aprovados na 2ª fase das Olimpíadas Brasileira de Matemática.

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um projeto criado para estimular o estudo da Matemática entre alunos e professores de todo o país. Promovida pelo Ministério da Ciência e Tenologi (MTC) e pelo Ministério da Educação (MEC), é realizada pelo Instituro Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).
Voltada para a escola pública, seus estudantes e professores, a OBMEP tem o compromisso de afirmar a excelência como valor maior no ensino público. Suas atividades vêm mostrando a importância da Matemática para o futuro dos jovens e para o desenvolvimento do Brasil.
A OBMEP é dirigida aos alunos de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e aos alunos do Ensino Médio das escolas públicas municipais, estaduais e federais, que concorrem a prêmios de acordo com a sua classificação nas provas.