Category Archives: Notícias

Projeto “Ser Tão” Poeta movimenta Petrolina

 

 

Entre os próximos dias 14 e 21 de setembro, o projeto Ser Tão Poeta vai movimentar Petrolina com uma ampla programação. Iniciada em abril de 2014, a ação vem inovando e renovando a arte literária na cidade. O evento começa na tarde da próxima quinta-feira (14) na Faculdade Uninassau, onde serão lançados os livros ‘O Anoitecer de Aurora’, de Hélio de Araújo, ‘Direito de Viver’, de Thiel Gomes, e o cordel ‘Projeto Ser Tão Poeta Petrolina’, de Gracielly Castro.
Em seguida, haverá apresentação dos novos escritores Ellen Yasmin (estudante da Escola João Batista dos Santos), GG do Rap (Escola Estadual Gercino Coelho) e Andréa Barbosa de Lima Nobre (poetisa/fantoche). A programação ainda contará com uma roda de conversa com escritores, exposição de livros de autores locais e recital com os poetas Aroldo Leão, Matheus José, Ana Lúcia Souza, entre outros, além de apresentação da Banda Fogo no Munturo.
Já no dia 21 de setembro, em meio às comemorações dos 122 anos de emancipação política de Petrolina, o projeto Ser Tão Poeta vai ser realizado na Tenda Multicultural da Praça do Bambuzinho, no Centro. Com as mesmas atrações do dia 14, a programação começa às 16h e se estende até às 20h. De acordo com os coordenadores do projeto, Gracielly Castro e Fabrício Santos, a iniciativa busca ampliar a arte literária de Petrolina.

Modelo de privatização da Chesf inclui revitalização do São Francisco, diz Fernando Filho

 

Alvo de críticas, principalmente nos Estados do Nordeste, a privatização da Chesf, dentro do processo de venda da Eletrobras, terá um modelo apresentado em setembro. O anúncio foi feito pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, nesta segunda-feira (11), durante visita ao estaleiro Atlântico Sul.
Ele afirmou que a proposta, que será apresentada “não só para o presidente Michel Temer, como para toda a bancada do Nordeste e aos governadores”, contemplará a revitalização do Rio São Francisco.
O que está sendo trabalhado é que se tenha, dentro desse processo, que parte dos recursos gerados a partir das usinas do Rio São Francisco, parte desses investimentos, retornem para a revitalização do próprio rio”, afirmou o ministro, acrescentando que nunca se trabalhou no processo de cuidado com o rio.
Fonte: Folha de Pernambuco

Prefeito de Afrânio regulariza convênios com Governo de Pernambuco: “Luta incansável”

Depois de vários anos sem poder firmar convênios com o Governo de Pernambuco, em virtude das irregularidades em prestação de contas de convênios estaduais, deixadas por gestões anteriores em Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco, o atual prefeito Rafael Cavalcante (PMDB) respira mais aliviado. Ele confirmou a este Blog que conseguiu regularizar a situação, após uma “luta incansável” iniciada em janeiro deste ano (primeiro mês do seu mandato).
Segundo Rafael, a Prefeitura de Afrânio já recebeu a Certidão de Regularidade de Transferências Estaduais. Dessa forma, o município fica apto a receber recursos e ações oriundos de convênios com o Governo do Estado.
O atual gestor lembra ter conseguido R$ 100 mil para realizar a Expoleite, mas a gestão deixou de receber tal recurso pela falta dessa certidão. “Agora é trabalhar e articular para que as ações do Governo do Estado possam chegar, por meio de convênios, ao nosso município, para que possamos melhorar a cada dia a vida dos afranienses”, declarou o prefeito. Ele adiantou que há ainda há pendências municipais em nível federal (no CAUC), mas assegurou estar trabalhando para zerar também essas pendências.
Fonte: Blog do Carlos Britto

Um oportunista e traidor

A Nota do PMDB-PE contra o senador Bezerra Coelho   é uma flor de laranja.
Eu serei mais duro, porque a atitude   do Fernando foi de um grande oportunismo. Mas, a história do  Fernando é marcada por traições.
Nasceu na ARENA, nos  braços de Nilo Coelho – um grande político e homem  público – e vai morrer num forte abraço com o ex-arenista  Romero Jucá, envolvido em mais de 10 processos por  roubo e formação de quadrilha. 
Na Arena, foi secretário  de Roberto Magalhães. Foi sua primeira traição. Entrou  no PMDB de Jarbas, para fazer seu pai vice-governador. 
 Traiu Jarbas e foi para o PSB de Arraes,em cujo governo  pintou e bordou. Foi eleito senador por força dos votos de  Eduardo Campos. Pensou em ser dono do PSB, ao se   “bandeirar” para o PT de Lula. 
Foi ministro da Dilma, para  depois traí-la, quando o barco afundava. Em Pernambuco,  começou a trair Paulo Câmara… logo após passar a  responder vários processos , no STJ. A verdade é que as   traições do  Bezerra Coelho nunca terão fim.
Saiu do PSB   para contar com mais uma traição, no seu curriculum…    E agora, mais uma vez traiu Jarbas Vasconcelos e tudo   para ganhar o título de usurpador.
Como um oportunista     de siglas juntou-se aos quadrilheiros do PMDB nacional.   De Sarney a Temer… de Jucá a Gata Branca.
Quer ficar   com o PMDB ( MDB ) pernambucano, regional de muitas   histórias da resistência democrática.
De políticos como   Fernando Lyra, Marcos Freire, João Bosco Tenório ,Egídio   Ferreira Lima, Dorany  Sampaio e muitos outros.
Não . O  PMDB não pode ficar nas mãos de um traidor da nossa    história. 
Não. O PMDB não pode ficar nas mãos sujas de   Fernando  Bezerra Coelho.
Ricardo Carvalho
Jornalista

Temperatura mais baixa hoje em Afrânio Sertão de Pernambuco

Hoje(11), a cidade Afrânio amanheceu com a temperatura mais fria que o costume e tem deixado as pessoas com a sensação de o inverno vai chegar mais cedo.
Nesse momento chove em alguns pontos da cidade, na verdade uma chuva bem fininha, mas que já dá  para ir alegrando o coração do sertanejo, afinal de contas o nosso nordeste precisa é de chuva, pois vontade de trabalhar e coragem para isso não falta para nossa gente.

 

O blefe da viúva de Eduardo Campos. Felipe Carreras não é santo

Resultado de imagem para Renata Campos
Achando que a  politica pernambucana é um filme de Hollywood,  a viúva de Eduardo Campos, soltou uma isca politica para ver se pega um peixe, e o nome do peixe é: Eleitor. Segundo reportagem feita pela jornalista e blogueira,   Noélia Brito no último dia 9 , a viúva estaria  Ciente de que a reeleição de Paulo Câmara se inviabilizou,  e que a saída do senador Fernando Bezerra Coelho indo para  o PMDB,  cresceu seu nome absurdamente no Estado , e que  o único nome capaz de sair em pé de igualdade para ir ao embate nas urnas,  seria o do  deputado federal e secretário de Turismo e empresário Felipe Carreras. BLEFE!
 A  viúva do ex-governador Eduardo Campos, que é respeitada por todos dentro do PSB,  já   estaria  preparando Carreras para ser candidato a governador. Segundo a viúva, Carreras não está na Lava Jato, não está em nenhuma delação, diferentemente de Fernando Bezerra Coelho, que afirmou em entrevistas que tanto Paulo Câmara quanto Geraldo Júlio estariam na mesma situação que ele do ponto de vista criminal. Na Operação Lava Jato, Carreras pode não estar, mas a conversa que ele é bonzinho não passa de um BLEFE!
 
Resultado de imagem para felipe carreras e investigado pelo mpe
Carreras não é esse bom moço que querem pintar.O  secretário já foi indiciado pelo MPPE, por suposto favorecimento  a sua empresa de entretenimento, e isso aconteceu quando a 4ª Promotoria de Justiça de Defesa de Olinda, através de sua representante, Drª Ana Maria Sampaio de Carvalho, instaurou inquérito civil para apurar irregularidades na contratação da empresa FESTA CHEIA e a Empresa Pernambucana de Turismo (EMPETUR).
 As possíveis irregularidades ocorreram em cota de patrocínio de R$ 200 mil reais para o OLINDA BEAR e se transformaram em dois processos registrados no Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE).
Na época, Carreras disse: “Lamento que o parecer do próprio TCE, reconhecidamente um dos órgãos mais respeitados do Brasil, não tenha sido suficiente para o MPPE. Sendo assim, espero que o órgão se mantenha em favor da verdade e coerência”, afirmou em pronunciamento.
Essa suposta troca de Paulo por Carreras, na sucessão estadual, é apenas uma isca, e Renata Campos não é um “deus”, só por que é viúva de Eduardo Campos. Existem pensamentos diferentes dentro do Partido, que perpassam a comoção, e fazem do episódio Campos (sua morte), um fato encerrado, que já não tem força motivadora de votos. Parece que Pernambuco parou no tempo quando perdeu Eduardo Campos?   Parece também que alguns querem fazer  disso um “mantra”, para que não saia da cabeça do eleitor? Tudo isso que lemos sobre essa troca,  é nada menos que um blefe, e outras jogadas virão até chegar um ponto que a verdade apareça. Vamos esperar
Por Cauby Fernandes

PF faz operação para recolher provas relacionadas à prisão de executivos da J&F

 
Agentes da Polícia Federal estão cumprindo hoje (11) cinco mandados de busca e apreensão, sendo quatro em São Paulo e um no Rio de Janeiro, na Operação Bocca, relacionada à prisão do empresário Joesley Batista, do grupo J&F, e do executivo da empresa, Ricardo Saud.
Ambos estão desde ontem (10) na sede da superintendência da PF em São Paulo e devem ser transferidos para Brasília até o início da tarde.
Essa operação ocorre em cumprimento à ordem judicial expedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, que acolheu o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de prisão temporária de Joesley Batista e Saud.
O nome “Bocca” refere-se a “Bocca della Verità“, cuja característica é seu papel como detector de mentiras. “Desde a Idade Média, acredita-se que se alguém contar uma mentira com a mão na boca da escultura, ela se fecharia ‘mordendo’ a mão do mentiroso”, diz a nota da PF.
As prisões foram motivadas pela constatação de Janot de que houve omissão de informações por parte dos delatores, ao receber um áudio de quatro horas de uma conversa dos executivos da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud, que mencionavam o ex-procurador da República Marcelo Miller.
Também foi feito o pedido de prisão temporária de Miller, mas Fachin avaliou que não há elemento indiciário suficiente para tal procedimento.
Fonte: Agência Brasil.

Vereador Aero Cruz rebate deputado Lucas Ramos sobre PSB de Petrolina: “Equivocado” Por

O deputado estadual Lucas Ramos enviou nota a imprensa defendendo o nome do deputado federal Gonzaga Patriota para presidente do PSB de Petrolina, mas propondo uma alternância desse poder. Lucas disse, na ocasião, que “é oportunidade de corrigir um erro cometido em 2015, quando o comando da legenda em Petrolina foi tomado pelo grupo do senador Fernando Bezerra Coelho”.
O vereador Aero Cruz do PSB manifestou-se sobre as declarações do parlamentar, afirmando que esse “erro” deu ao PSB a Prefeitura de Petrolina. Aero disse ainda que Lucas está equivocado em seu posicionamento.
Primeiro porque o erro que ele fala deu ao PSB a prefeitura da mais importante cidade do Sertão, o que com ele ou Gonzaga não aconteceria. Depois, como é que ele defende alternância dizendo que a presidência tem que ficar com alguém que ficou 30 anos no poder? Isso não é alternância, é ditadura, imposição ou qualquer coisa assim. Por último vem a arrogância de Lucas achar que o partido só pode ser dele ou Gonzaga, não respeitando as opiniões ou vontade de outras pessoas filiadas a esse mesmo PSB. Depois, coronel só são os outros“, rebateu Aero.
Fonte: Blog do Carlos Britto.

Delação fica sob ameaça após Joesley se entregar

Joesley Batista se entregou à PF nesse domingo / Foto: ABr

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a prisão temporária, por cinco dias, de Joesley Batista, dono do Grupo J&F, e do diretor da empresa Ricardo Saud Ambos se entregaram neste domingo, 10, à Polícia Federal. Para o ministro, há “indícios suficientes” de que os dois violaram o acordo de colaboração premiada ao omitir a participação do ex-procurador Marcello Miller no processo de delação. Fachin afirmou ainda que há indícios de que as delações ocorreram de maneira “parcial e seletiva”.
Os benefícios concedidos a Batista e Saud foram suspensos temporariamente por determinação de Fachin. Segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, se a anulação da imunidade penal for mantida, uma das linhas de defesa analisadas pelos advogados de Joesley e da J&F é interromper a colaboração com a Justiça. Em outras palavras, colocar fim à delação premiada. Se isso ocorrer, todos os processos e procedimentos instaurados com base nas informações prestadas por Joesley e Saud sofrerão prejuízos imediatos e deverão ser comprometidos.
Só para se ter uma ideia dos eventuais prejuízos às investigações, Joesley e Saud, por exemplo, terão de prestar uma série de depoimentos à Justiça em processos já em andamento ou que ainda vão ser instaurados, como vem ocorrendo com o empreiteiro Marcelo Odebrecht, que teve a delação premiada homologada pelo Supremo e continua a colaborar com as autoridades. Se Joesley deixar de colaborar, isso poderia inviabilizar dezenas de processos contra políticos citados pelos executivos da empresa, entre eles o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foram alvo de gravações feitas pelo empresário.
A reviravolta no caso ocorre após os próprios delatores entregarem a gravação de uma conversa, ocorrida possivelmente no dia 17 de março, antes da assinatura do acordo. No áudio, Joesley e Saud falam da participação do Miller nas tratativas para a delação. O ex-procurador, que atuou na Operação Lava Jato, pediu exoneração da PGR em fevereiro, mas deixou oficialmente a equipe de Janot apenas em abril. Após sair do cargo, ele foi trabalhar no escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe, que atuou em parte da negociação para a leniência do Grupo J&F.
Omissão
O ministro Edson Fachin decidiu pela prisão na sexta-feira (8) à noite, no mesmo dia em que Janot encaminhou ao STF o pedido. Neste domingo, ao tornar pública a decisão, Fachin deixou claro que, para ele, há indícios suficientes de que delatores omitiram informações.
Joesley e Saud se entregaram na tarde de domingo na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Os delatores dormiriam no prédio e a previsão é de que eles sejam transferidos para Brasília ainda nesta segunda-feira, 11.
Em nota, o Grupo J&F declarou que seus executivos “não mentiram nem omitiram informações no processo que levou ao acordo de colaboração premiada”. No texto, o grupo assinalou ainda que os executivos “estão cumprindo o acordo”.
Fonte: JC Online.

Polêmica: “Reagiremos a essa violência”, diz Raul Henry sobre ingresso de Fernando Bezerra no PMDB

 

Após encontro no apartamento do deputado Jarbas Vasconcelos, o vice-governador de Pernambuco e presidente estadual do PMDB, Raul Henry, reuniu-se neste domingo (10), à noite, com a executiva do partido para tratar da filiação do senador Fernando Bezerra Coelho ao partido, na última quarta (6), através do diretório nacional.
O encontro aconteceu somente neste domingo, pois Raul, estava na Ásia, desde o último dia 29 de agosto, em missão oficial do Governo de Pernambuco. Na ocasião, ficou acertada uma reunião do diretório estadual peemedebista para a terça (12), às 11h, na sede da legenda. Raul sentenciou: “Nosso sentimento é de completa indignação. A atitude do senador Fernando Bezerra Coelho de querer entrar no PMDB de Pernambuco destituindo sua direção regional e mudando a orientação política do partido é inaceitável. Não permitiremos a usurpação da nossa história. Não aceitaremos a tentativa de desmoralização da liderança de Jarbas Vasconcelos. Reagiremos a essa violência, de todas as maneiras possíveis, para preservar a identidade do PMDB de Pernambuco”.
Estiveram presentes no encontro da executiva hoje à noite: o deputado federal Kaio Maniçoba, os deputados estaduais Tony Gel, Ricardo Costa e Gustavo Negromonte, o vereador Jayme Asfora, além de Marta Guerra, Murilo Cavalcanti, Bruno Lisboa, Flávio Gadelha e Jarbas Filho.
Fonte: Blog do Edenevaldo Alves