Daily Archives: 15 de junho de 2017

Senado corrige e diz que apenas parte do salário de Aécio será cortada

Por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Aécio Neves está afastado do Senado desde o dia 18 maio / Foto: Robert Fabisak/JC Imagem

O Senado retificou na tarde desta quarta-feira (14) a informação de que havia cortado o salário do senador Aécio Neves (PSDB-MG) desde o afastamento do tucano por decisão do Supremo Tribunal Federal  (STF), no dia 18 maio.
Em ofício enviado mais cedo pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), ao ministro Marco Aurélio Mello, que é o relator do inquérito contra Aécio no STF com base na delação da JBS, o Senado informava a “suspensão da remuneração a partir da decisão (do STF)”.
CORTES
Ainda de acordo com a assessoria da presidência do Senado, os demais benefícios (carro oficial e verba indenizatória) foram, de fato, cortados. O nome do senador também não constará mais nos painéis de votação do plenário e das comissões.
Fonte: JC

Pernambuco tem o mês de maio mais violento dos últimos 5 anos

O Estado já contabiliza 2.495 casos em 2017 / Foto: Bernardo Soares/JC Imagem
O balanço dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) do mês de maio trouxe à tona uma notícia nada animadora para os pernambucanos. Apesar do período ter sido menos violento do que o mês de abril deste ano, com redução de 13,9% na média diária, os dados da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS) revelam que o último mês não foi só o mais violento em relação ao mesmo período no ano passado, mas sim dos últimos cinco anos. Em maio de 2016, foram 319 casos contra 457 neste ano.
No geral, até agora em 2017, o Estado já contabiliza 2.495 casos de homicídios. Em 2016, neste mesmo período de cinco meses, foram registrados 1.727 homicídios, o que representa um aumento de 44,4% no atual período.
Segundo o secretário Angelo Gioia, que admitiu durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (14) o “elevado patamar” de crimes letais contra a vida no Estado, “O trabalho das polícias vem dando resultados importantes, quebrando uma longa sequência de meses de ascensão dos CVLIs desde 2014, quando a hierarquia e a disciplina foram subvertidas dentro das corporações”.
Se levado em considerações os meses de 2017, a análise da SDS é acertiva por realmente o Estado ter apresentado reduções nos dados de abril, com 35 assassinatos a menos em relação a março (com total de 549 CVLIs) e do mês de maio em relação a abril do mesmo ano, com redução de 13,9% dos crimes.
Entretanto, seguindo os dados disponibilizados pela própria SDS nos informes mensais de conjuntura criminal em Pernambuco, o aumento da criminalidade letal no Estado fica evidente.
De 2012 a este ano, pelo menos nos meses de maio, a taxa de CVLIs aumentou. Em maio de 2016 foram 319 casos; em 2015, 311; em 2014, 322. 2013 apresentou 272 casos, enquanto 2012 teve 290.
Outros dados de maio de 2017
Ainda segundo o balanço divulgado pela SDS, em maio, foram registrados 1.699 ocorrências de roubos de veículos, contra 1.780 em abril, representando uma redução de 7,63%.
Com relação aos furtos, a queda foi maior: 10,47% (556 em maio contra 601 em abril). Na contabilidade dos bancos, não houve alteração nos roubos a agências bancárias (2 para cada mês), arrombamentos a caixas eletrônicos (também 2 em cada mês) e assaltos a carro-fortes (1 em maio e 1 em abril).
Nos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), houve uma leve redução considerando a média diária. Foram 326 ocorrências por dia no mês de maio, contra 330 cada dia do mês anterior (queda de 1,48%).
Ônibus
No recorte dos roubos a ônibus, maio registrou 105 assaltos a coletivos, contra 102 no mês anterior. A média diária, no entanto, manteve-se praticamente estável, com 3,39 contra 3,40 no mês de abril.
No período de maio, considerando todas as modalidades criminosas, as polícias prenderam 3.009 pessoas, dos quais foram cumpridos 494 mandados de prisão, 2.062 em flagrante delito e apreenderam 453 menores por atos infracionais.
Fonte: JC

Liesa suspende desfile de escolas de samba no Rio em 2018 após corte de recursos

Rio de Janeiro - Desfile da escola de samba Portela, pelo grupo especial, no Sambódromo (Fernando Frazão/Agência Brasil)
 
As escolas de samba do Grupo Especial da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) divulgou uma nota no final da noite de ontem (14), no Facebook da liga, em que decide que não haverá desfiles das escolas do grupo especial do Rio de Janeiro no carnaval de 2018 após a decisão do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, de cortar pela metade os recursos da subvenção destinados às escolas de samba.
A decisão da Liesa foi tomada durante uma reunião na sede da entidade com a participação de presidentes das escolas de samba. Segundo a nota, presidentes das escolas de samba e a Liesa  aguardam o agendamento de uma audiência já solicitada para tentar “encontrar uma solução para o problema”.
Na nota, a Liesa destaca os “benefícios econômicos, financeiros, de geração e renda, além da valorização da imagem da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil” e o aumento substancial da arrecadação de impostos e receitas diretas e indiretas “proporcionadas durante o período de preparação e realização dos desfiles carnavalescos”.
Segundo a Liesa, o corte de 50% dos recursos “trará graves consequências para produção do espetáculo” e tornará os desfiles inviáveis de serem feitos com a mesma qualidade com que estavam sendo produzidos.  A entidade também destacou que Crivella, enquanto candidato, visitou a sede da Liesa e firmou um compromisso de manter o subsídio aos desfiles, com perspectiva de aumentar os recursos.
Prefeitura
A prefeitura do Rio divulgou, na segunda-feira (12), a decisão do corte e informou que os recursos destinados às escolas de samba seriam transferidos para aumentar o repasse de manutenção de creches conveniadas com o município. De acordo com a prefeitura, as agremiações receberam cerca de R$ 24 milhões para os desfiles de 2017, e, agora, 50% do valor serão revertidos para melhorar a alimentação e o material escolar das crianças.
Quando a decisão foi divulgada, a prefeitura garantiu que o remanejamento não significa que as escolas de samba ficariam sem recursos. A ideia oficial é fazer investimentos diretamente nas agremiações por meio do Conselho de Turismo com a utilização de um fundo setorial ou por cadernos de encargos.

Fonte: Agência Brasil

Comandante da Região Norte da Bahia, Anselmo Bispo é condecorado com medalha Thomé de Souza

Em sessão solene no Plenário Cosme de Farias, o coronel José Anselmo Moreira Bispo, comandante do Comando do Policiamento da Região Norte, foi condecorado com a Medalha Thomé de Souza pela Câmara Municipal de Salvador na noite desta terça-feira (13).

A medalha é concedida à pessoas que tenham prestado relevantes serviços ao município de Salvador, escolhidas a critério da Mesa Diretora da Câmara. A medalha foi  outorgada ao oficial por iniciativa do vereador Henrique Carballal (PV). A mesa da sessão foi formada pelo comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Alves Brandão, entre outras autoridades militares e civis.

O homenageado foi conduzido ao plenário pelos vereadores Maurício Trindade (DEM), Aladilce Souza (PCdoB) e pelo chefe da Assistência Militar da Câmara, major Paulo Márcio, recebendo a medalha das mãos da esposa Mônica Prado e dos filhos, Larissa e Mateus, convidados para o ato de entrega da honraria.

Em depoimento à PF, Cunha diz que seu silêncio nunca esteve à venda e que Temer não o procurou

O ex-presidente da Câmara deputado cassado Eduardo Cunha disse nesta quarta (14), em depoimento à Polícia Federal (PF), que o seu silêncio “nunca esteve à venda”, em referência à denúncia feita por Joesley Batista em acordo de delação premiado assinada com a força-tarefa da Operação Lava Jato. O peemedebista depôs nesta quarta-feira, em Curitiba, no inquérito que investiga o presidente da República Michel Temer.
Na saída da sede da PF na capital paranaense, o advogado de Cunha, Rodrigo Rios, informou à imprensa que o ex-deputado disse também que nunca foi procurado pelo presidente Michel Temer ou por interlocutores dele para evitar que ele fizesse delação premiada.O depoimento de Cunha estava marcado para as 11h e durou cerca de 1h30. Preso desde outubro do ano passado no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Cunha foi condenado a 15 anos de prisão em uma das ações em que é réu na Lava Jato.
Delação
Em maio, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin homologou a delação premiada dos irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS. Para o acordo, Joesley entregou à Procuradoria-Geral da República a gravação de um encontro com o presidente Michel Temer.
No diálogo, Temer teria sugerido que o empresário mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio.Temer nega as acusações e pediu à PGR que o áudio apresentado pelo empresário seja periciado. Com autorização do Supremo, a Polícia Federal está fazendo a perícia nas gravações feitas pelo empresário Joesley Batista.
Fonte: Agência Brasil

Corpo do empresário César Agra será velado nesta quinta-feira (15) em Petrolina

O velório do empresário César Agra será realizado, nesta quinta-feira (15), em Petrolina. Ele foi vítima de um acidente automobilístico no fim da tarde desta quarta-feira (14) na BR-324,  na localidade de Gavião, situado a 50km da cidade de Capim Grosso, norte da Bahia.

O empresário retornava de Salvador com a esposa, Adalice Agra, quando seu veículo se envolveu em uma colisão frontal com outro carro. De acordo com informações repassadas ao Blog, Adalice, que está grávida, foi socorrida e não corre risco de morte, mas César, apesar de ter sido socorrido, não resistiu a gravidade dos ferimentos e veio a óbito.

O empresário é proprietário dos restaurantes Bêra D’água e uma loja de conveniência, todos localizados em Petrolina.

Fonte: Blog Edenevaldo Alves

Mais de 24 mil policiais irão atuar no esquema para o São João em PE

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) divulgou nesta quarta (14) que o efetivo policial para as festas juninas no Estado reúne 24.683 policiais e bombeiros designados para a função até o dia 30 de junho – sendo 17.994 policiais militares, 3.914 policiais civis, 2.653 bombeiros, 62 da Polícia Científica.
A segurança também contará com um a Plataforma de Observação Elevada (POE), que ficará no Pátio de Eventos de Caruaru, e um helicóptero à disposição para resgates e emergências. A SDS destacou ainda o funcionamento da Delegacia pela Internet, que recebe queixas de roubos, extravio ou perda de documentos, além de acidentes de transito sem vitima, todos os dias, 24 horas.

Ocorrências em maio
Em maio, foram registrados 457 homicídios em Pernambuco, 13,96% a menos que em abril, que teve 514, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgados na tarde desta quarta-feira (14), durante entrevista coletiva. Foi o segundo mês consecutivo em que os quantitativos absolutos de assassinatos tiveram redução, ou o terceiro, quando se considera a média diária de casos. O acumulado do ano, porém, já chega a 2.495, índice que, em 2016, só foi alcançado em agosto.
Em torno de 30% dos homicídios estiveram relacionados a uso ou tráfico de drogas, 21% a acertos de contas e 15% a conflitos na comunidade. “Estamos no caminho certo, e, ressalte-se, sem aumento de efetivo e sem PJES (Programa de Jornada Extra de Segurança). Estamos consolidando três meses de redução nos CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais) e temos a certeza de que, no próximo mês, teremos uma redução para apresentar referente a junho”, destacou o secretário de Defesa Social, Angelo Gioia.
Ainda segundo a SDS, maio registrou 105 roubos a ônibus, três a mais que no mês anterior. Mas, na comparação entre os dois meses, a média diária caiu de 3,4 para 3,39, o que a SDS considera uma redução tímida de 0,38%.
Maio registrou ainda dois roubos a agências bancárias, dois arrombamentos a caixas eletrônicos e um roubo a carro-forte. A soma de cinco ocorrências permaneceu inalterada em relação a abril.
Já os casos de estupro em maio caíram 5,79%, dos 151 ocorridos em abril, para ainda alarmantes 147. Ocorrências registradas de violência doméstica e familiar caíram 4,73%, com 2.674 casos registrados em maio.
Fonte: Blog Edenevaldo Alves